Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Presidente do Milan chama Leonardo de "teimoso" e confirma saída do técnico

O futuro de Leonardo parece mesmo ser distante do Milan. Silvio Berlusconi, dono do clube italiano, afirmou que o brasileiro está de saída da equipe. Em entrevista ao jornal Corriere dello Sport, o primeiro-ministro italiano chamou o técnico de “teimoso”.

Questionado se Leonardo deixaria o clube, Berlusconi foi direto. “Sim, ele sairá. O novo treinador? As conversas estão em andamento. Leonardo foi muito teimoso. O time jogou mal, mas ele é uma ótima pessoa e treinador”, afirmou o dirigente.

Leonardo assumiu o comando do Milan nesta temporada, em sua primeira experiência como treinador. O brasileiro sofreu várias críticas devido ao desempenho abaixo do esperado da equipe nos primeiros jogos. Aos poucos, o time se recuperou.

No entanto, nesta reta final de temporada, as críticas voltaram à tona com a queda de rendimento da equipe. O Milan somou apenas um ponto nas três últimas rodadas do Campeonato Italiano e, em terceiro lugar, saiu da briga pelo título.

No mês passado, o mesmo diário destacou os problemas de relacionamento entre Leonardo e Berlusconi. O treinador seria um dos principais nomes cotados para assumir o comando da seleção brasileira, no lugar de Dunga, após a Copa do Mundo-2010. Haveria ainda a possibilidade de ele ter um papel importante no Comitê Organizador da Copa-2014 no Brasil.

do Uol Noticias

PRINCIPAIS TENDÊNCIAS EM ÓCULOS PARA MULHERES

Os óculos de sol para mulheres se dividem nesta temporada europeia em três tendências dominantes, muito além das marcas de moda. São os estilos vintage, burlesque e romântico, segundo especialistas da área.

Quando se trata de citar as principais grifes, se destacam desenhos "especiais", como os criados para Madonna por Dolce & Gabbana, ou os "gold" da alemã Mikyta, em formato de gotas gigantes, usados por Sarah Jessica Parker no novo seriado Sex and the city 2.

(ANSA)

BERGAMO PROÍBE MOSTRA SOBRE BEIJOS GAY

Uma exposição fotográfica dedicada aos beijos entre pessoas do mesmo sexo foi desautorizada em Bergamo, onde a Câmara local justificou sua decisão alegando que seu conteúdo era "excessivamente forte". A decisão provocou reações de setores da esquerda.

Intitulada "I Baci Rubati" (Os Beijos Roubados), seria montada no prédio Quadriportico del Sentierone, no centro da cidade, por ocasião do 5º Dia Mundial contra a Homofobia, que se realiza no próximo dia 17 de maio.
A decisão da Câmara foi criticada ontem à noite (26) pelo Conselho Municipal da minoria de centro-esquerda, que apresentou uma pauta do dia urgente - rejeitada pela maioria de centro-direita - visando que a administração local voltasse atrás da decisão.

Sobre o assunto, o prefeito Franco Tentori disse que "a exposição fotográfica era motivo de preocupação. De acordo com o que foi apresentado pelos seus organizadores, achamos que o conteúdo era muito forte. Além disso, montar a mostra na região central da cidade, nos pareceu igualmente inoportuno. O nosso foco foi o respeito à sensibilidade das crianças e dos idosos".
(ANSA)

terça-feira, 27 de abril de 2010

JORNADA DE MOBILIZAÇÃO CONTRA A EXPLORAÇÃO DE MENORES

As máximas autoridades italianas aderiram ao 14º Dia das crianças vítimas de violência, exploração, indiferença e contra a pedofilia, convocada neste domingo (25) pela Associação Meter, fundada pelo padre Fortunato di Noto , que desde meados dos anos 90 se dedica à luta contra a exploração sexual de menores.

O presidente da República italiana, Giorgio Napolitano, em uma mensagem de apoio, disse que esta iniciativa "volta a promover a conscientização dos indivíduos e de toda a comunidade ao valor universal da intangibilidade dos menores e ao imperativo ético da sua tutela".

"O direito das crianças a uma infância tranquila, amorosa e com a atenção e cuidados dos adultos, mesmo antes de ser sancionado por leis e convenções internacionais, é um imperativo moral que exige que todos nós assumamos nossas responsabilidades", disse por sua vez o presidente do Senado, Renato Schifani, em uma mensagem à Associação Meter.

Já o presidente da Câmara dos Deputados, Gianfranco Fini, afirmou que "ultrajar profundamente a sensibilidade das crianças menores é um ato que humilha toda a humanidade".

(ANSA)

Prisões na Calábria por exploração de estrangeiros

A polícia apreendeu empresas agrícolas por um valor de € 10 milhões em Rosarno, na região sul da Calábria, e prendeu 31 pessoas por exploração do trabalho de imigrantes sem documentos.
Entre os detidos, nove foram presos, 21 confinados em suas casas e um submetido a residência forçada. Eles são acusados de criar uma organização para explorar o trabalho de estrangeiros sem visto de permanência.

Estas pessoas trabalhavam entre 12 e 14 horas por dia por um salário inferior a € 20 diários, o que dava grandes lucros a seus exploradores, entre os quais estão alguns estrangeiros presos nesta segunda-feira (26).
Os explorados que se rebelavam eram ameaçados e sofriam represálias.

As investigações sobre os exploradores começaram em janeiro passado, após uma revolta de pessoas sem documentos de Rosarno, que reagiram a uma agressão sangrenta sofrida por dois deles.
A revolta deixou 53 feridos (21 imigrantes, 14 cidadãos italianos e 18 agentes policiais), centenas de carros destruídos, lixo espalhado pelas ruas e muitas casas danificadas.

Após a rebelião, 709 imigrantes foram levados para Centros de Acolhimento longe de Rosarno e outras centenas foram embora por seus próprios meios.

Giuseppe Creazzo, procurador de Palmi responsável pela revolta de Rosarno, disse que o inquérito que levou aos confiscos e prisões de hoje (26) só foi possível graças ao depoimento de 15 imigrantes vítimas das violências ocorridas em janeiro passado.

(ANSA)

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Cidadania da Itália em poucas horas

Um Reino da Itália aonde fazer sua cidadania é fácil e demora só poucas horas.
Sim não é mentira é o Reino da Itália do micronacionalismo em língua portuguesa.

O micronacionalismo é um hobbie sofisticado e viciante. Se você aprecia assuntos de Estado, imagina-se numa tribuna discursando, escrevendo um documento de governo, publicando um jornal, agindo como diplomata, legislador ou magistrado, ou seja, se aprecia o exercício político, de inteligência e cultura, então o micronacionalismo é para você. Muitos dizem que o micromundo não é para todos e, de fato, há alguma dose de razão nisso, haja vista que você deve reservar um tempo mínimo semanal para checar e enviar mensagens.

Não há meio termo na participação micronacional. Assim como na vida real, ou como dizemos, macronacional, a participação ativa do cidadão é vital. No Reino da Itália o prazo máximo de inatividade - considerada como não efetuar login no Portal Nacional - se esgota num prazo máximo de 02 (dois) meses no que após, a cidadania é cassada e o registro no sistema cancelado. Por que isso? Como disse, no micromundo é vital sua participação.

Micronacionalismo não é jogo, nem algum tipo de RPG, é vida real no mundo virtual, um tipo de simulação que faz de uma comunidade na internet um país com leis, governo, instituições, etc. Aqui é o lugar ideal para liberar sua capacidade criativa, aquele talento ao qual nem sempre é possível dar vazão no mundo macronacional.

Realmente uma escola de como fazer certo, na gestão da coisa publica.


Para participar entre em http://www.reinodaitalia.org/ e se divirta.

Itália.Org

Berlusconi diz que Itália terá central nuclear

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, anunciou hoje que o país terá uma central nuclear em, no máximo, três anos.
"Em três anos, no âmbito da legislação, começarão os trabalhos para a construção da primeira central nuclear na Itália", afirmou Berlusconi, ao participar de uma coletiva de imprensa ao lado do primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, que está em visita oficial ao país europeu.

O líder russo, por sua parte, anunciou que Moscou está pronta para garantir financiamentos e auxiliar tecnologicamente a construção da nova central.
Nesta manhã, os dois chefes de Governo mantiveram reuniões, acompanhados por delegações compostas por ministros e empresários.

Os primeiros-ministros ainda falaram sobre o projeto do gasoduto South Stream, que deve ser construído até 2015 pela estatal russa Gazprom e o grupo italiano ENI.
A obra tem o objetivo de diversificar o transporte de gás e evitar que o recurso transite pela Ucrânia.
Em janeiro de 2009, uma crise entre Rússia e Ucrânia interrompeu o fornecimento de gás para várias partes da Europa. Moscou acusava o país de não pagar devidamente pelos serviços da Gazprom e de se apoderar de parte do recurso.

De acordo com Berlusconi, que definiu o projeto como "importante", o novo gasoduto "será uma garantia" para os países que enfrentam inversos rigorosos. Já o premier russo garantiu que não nenhum obstáculo na construção do South Stream.
"Não existe nenhum atraso. Tecnologicamente, tudo já foi testado, e o projeto não apresenta nada de novo, a princípio", explicou.

Contando ser "ligado a Putin há anos pela estima, amizade e afeto", Berlusconi demonstrou esperança de que a economia de ambos países retome o patamar que estavam antes da crise econômica mundial.
"Esperamos que a retomada se apresente com sinais confortantes e possa fazer com o nível do intercâmbio comercial atinja os patamares pré-crise", disse o premier italiano.

O líder russo também ressaltou os efeitos negativos causados pelo colapso financeiro.
"Devemos dar passos ativos para restaurar o nível da nossa cooperação. Temos tudo para fazermos isto. Após a crise mundial, o intercâmbio se reduziu em 38%", pontuou.

"Normalmente, pensam que a base da nossa cooperação é a energia. Ela, de fato, é a que mais prevalece, mas não é só isso", argumentou o Putin, citando a colaboração no setor mecânico, químico e de aviação.
O primeiro-ministro russo chegou ontem à Itália e participou de um jantar oferecido pelo chefe de Governo italiano. (ANSA)

sábado, 24 de abril de 2010

Desemprego deve registrar níveis históricos

O desemprego na industria italiana deve alcançar "os níveis máximos dos últimos 50 anos", segundo um informe divulgado hoje em Bolonha pela sociedade de assessoria e pesquisa econômica e financeira Prometeia.

A taxa de desemprego no setor pode chegar a 11%, diante dos 7,8% em 2009, destaca o documento.
Segundo o informe, o Produto Interno Bruto (PIB) da Itália deve registrar um crescimento de 0,8% para o ano de 2009, para se consolidar em 2010 em 1%. Nos próximos quatro anos o crescimento deve ser de 1,3% em média por ano com uma contribuição positiva do saldo externo.

As previsões explicitadas no documento destacam que a retomada da economia italiana está intimamente ligada com a reação da industria que por sua vez, está condicionada a reestruturação do setor realizada em 2000.

A Prometeia acredita que exista espaço para que seja retomada a reestruturação realizada de varias formas em 2000, mas destaca que isto "não poderá acontecer da mesma forma que na época, com um sacrifício modesto do emprego: tendo que recomeçar de um nível de produção inferior a 20% em relação ao período pré-crise, as empresas nos próximos anos podem recuperar a competitividade nos mercados aumentando os custos e entre eles os custos do trabalho".

A modernização salarial permitirá manter, e em alguns setores até ganhar, posições nos mercados internacionais, reforçando a industria italiana. O sinal macroeconômico deste reforço "será uma contribuição positiva que as exportações darão ao PIB depois de 15 anos de contribuições negativas", se lê no documento.

Após dez anos a Itália poderá recuperar a competitividade através de uma deflação dos custos internos, mas o ônus em curto prazo será pago "com um menor crescimento da demanda interna ao ponto que em 2014 seremos o único entre os grandes países europeus a não ter recuperado os níveis pré-crise", conclui o relatório.(ANSA)

Brasil-Itália: a decisão sobre Battisti

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, em visita à Itália, afirmou hoje que a decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o caso do ex-ativista Cesare Battisti, originário desse país europeu, deverá ser anunciada "em até 30 dias".
Jobim falou sobre o tema ao participar em Pisa (região do centro da Itália) das homenagens à Força Expedicionária Brasileira (FEB), cujos pracinhas atuaram na Segunda Guerra Mundial.

Condenado pela Justiça da Itália por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, Battisti, ex-membro do grupo de extrema-esquerda Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), foi detido no Brasil em 2007.

No início de 2009, ele recebeu o status de refugiado do então ministro da Justiça, Tarso Genro, mas em novembro do mesmo ano o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por sua extradição, como solicita o Estado italiano.
Ao emitir sua sentença, o STF determinou ainda que o parecer final caberia a Lula.

Atualmente no presídio da Papuda, em Brasília, o ex-militante do PAC aguarda o pronunciamento do presidente.
Lula se pronunciaria depois da publicação do acórdão, a declaração formal com o resultado do julgamento, que saiu no último dia 16. Agora, o mandatário aguarda a análise da Advocacia Geral da União (AGU).

ANSA)

sexta-feira, 23 de abril de 2010

JUSTIÇA ORDENA PERÍCIA PSIQUIÁTRICA EM AGRESSOR DE BERLUSCONI


A juíza de Milão Luisa Savoia ordenou uma perícia psiquiátrica no italiano Massimo Tartaglia, que agrediu o primeiro-ministro Silvio Berlusoni em dezembro do ano passado durante um comício.

Savoia fixou para a próxima segunda-feira a audiência para conceder a perícia ao professor Antonio Marigliano e à doutora Fiorella Gazzale.

Em vista da decisão, os advogados de Tartaglia, Daniela Insalaco e Gian Marco Rubino, produziram um relatório com o conteúdo das análises feitas pela ala psiquiátrica do hospital San Carlo, onde o agressor recebeu tratamentos e permaneceu detido por ordem judicial.

O advogado de Berlusconi, Massimo Montesano, também explicou hoje que o premier "nunca teve a intenção de se constituir parte civil de um acontecimento que foi tristemente vítima".

Tartaglia é acusado de lesão corporal qualificada, com agravante de premeditação e por ter sido praticada contra uma autoridade.

A agressão ocorreu no dia 13 de dezembro, após o chefe de Governo italiano discursar em um comício de seu partido, o Povo da Liberdade (PDL), na cidade de Milão.

O italiano, de 42 anos, aproximou-se do premier e lançou uma estatueta do Duomo [catedral] de Milão contra o rosto de Berlusconi, que quebrou dois dentes, fraturou o septo nasal e feriu lábio superior.

Imediatamente, o primeiro-ministro foi encaminhado ao hospital San Raffaele, onde permaneceu internado por quatro dias. O agressor ao hospital psiquiátrico.

Fonte: ANSA

Pedofilia: Novo processo contra o Papa e o Vaticano

O advogado norte-americano Jeff Anderson lançou uma nova ação judicial contra a Cúria do Vaticano e o papa Bento XVI, no Estado de Wisconsin, acusando-os de encobrir os casos de abusos sexuais cometidos por um sacerdote pedófilo.

Depois de denunciar a Santa Sé no Oregon e no Kentucky, Anderson, um dos mais conhecidos advogados das vítimas do clero pederasta, abre um novo processo em nome de uma vítima do padre Lawrence Murphy, acusado de molestar 200 crianças surdas.

Na ação legal, dirigida a um tribunal de Milwaukee (em Wisconsin), o Papa, quando ainda era o cardeal Joseph Ratzinger, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, e os cardeais Tarcisio Bertone e Angelo Sodano, são acusados de fraude e ocultação. (ANSA)

Advogado de Berlusconi mentiu para acobertá-lo




O advogado britânico David Mills mentiu à justiça italiana em dois inquéritos sobre corrupção e irregularidades fiscais para acobertar o primeiro-ministro Silvio Berlusconi, enquanto proprietário do grupo Fininvest, afirmou na quarta-feira (21) o Tribunal de Cassação (o Supremo Tribunal) em Roma.

Mills foi pago para encobrir o premier, frisou o tribunal nas motivações de sua sentença de 25 de fevereiro, quando decidiu a prescrição das acusações contra Mills.

A Alta Corte considerou que a sentença de 27 de outubro de 2009, na qual um tribunal de apelações condenou Mills a quatro anos e seis meses de prisão por corrupção em atos judiciais, revela uma "estrutura racional" baseada em "um dispositivo argumentativo lógico e coerente, que se estende a todos os elementos oferecidos no processo".

O advogado foi condenado por ter recebido US$ 600 mil para que desse falso testemunho em dois processos relacionados com empresas "off shore" vinculadas a Berlusconi.
Apesar de o dinheiro ter chegado a Mills através de uma conta de Flavio Briatore (ex-diretor desportivo de Fórmula 1 e amigo pessoal do chefe de governo), o Tribunal considerou que ficou demonstrado claramente que provinha de Berlusconi.

A peça-chave para estabelecer este fato, segundo o tribunal, foi uma mensagem que Mills enviou a um de seus contadores em 2004, na qual dizia - sobre os interrogatórios judiciais, que "salvei o senhor B. de muitos problemas... Não disse nenhuma mentira, mas tive que me requebrar" (da frase original em inglês "I turned some very tricky corners").

No acórdão de fevereiro, o Supremo declarou prescrito o crime pelo qual Mills foi indiciado, mas não absolvido.

O processo paralelo contra Berlusconi está atualmente suspenso por conta da chamada lei do "impedimento legítimo", em que os ministros e o chefe de governo podem alegar esta situação em um processo judicial para não comparecer perante o tribunal.

Segundo o Supremo, a relutância demonstrada pelo advogado britânico em seus depoimentos se focava "no fato que atribuiu a propriedade das empresas 'offshore' à Fininvest em geral, e não pessoalmente a Silvio Berlusconi, o que o favoreceu".


(ANSA)

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Frattini defende atuação do Papa

O ministro italiano das Relações Exteriores, Franco Frattini, afirmou, em entrevista à rede de televisão norte-americana CNN, que admira Bento XVI pela sua atuação contra a pedofilia.
O Papa "tomou iniciativas muito importantes" e "reagiu imediatamente", reafirmando o papel crucial da Igreja, opinou Frattini nesta terça-feira, ao ser questionado sobre os recentes casos de abusos contra menores que envolveriam membros da Igreja Católica.

Frattini também acrescentou que "a pedofilia é um dos crimes mais horríveis", mas considerou que o Pontífice "não foi lento", como apontam alguns veículos da imprensa.
Como exemplo, ele recordou o encontro recente entre Bento XVI e oito vítimas de abusos sexuais cometidos por religiosos, ocorrido no último fim de semana em Malta.

Antes deste, o Papa já manteve reuniões com grupos de vítimas de Estados Unidos e Austrália, durante visitas apostólicas a esses países. No Vaticano, ele também recebeu uma delegação de canadenses.
Ainda na entrevista, Frattini também foi questionado sobre a atuação do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, no âmbito internacional.

Para ele, "os meios de comunicação internacionais às vezes fazem confusão" com o caráter pessoal do premier. Ao mesmo tempo, o chanceler afirmou que "não é difícil representar a Itália".
Na política externa, Frattini disse seguir "a mesma linha do premier", recordando que "os eleitores do país conhecem Berlusconi melhor" do que a mídia internacional, já que o chefe de Governo cumpre atualmente o seu terceiro mandato.

Os italianos "decidem com base nos resultados do governo", que "são bons", continuou o ministro.
Sobre a presença de tropas italianas no Afeganistão, Frattini ratificou o "compromisso" para ajudar esse país "enquanto não forem derrotados o terrorismo e o Taliban".

Segundo ele, a opinião pública entende que os soldados também atuam para garantir "a segurança da Itália e da Europa". A Itália é um dos países que participam da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf, na sigla em inglês).

 (ANSA)

Estagie na Emiglia Romagna

Dá-se inicio o Programma Boomerang 2010, que oferece a jovens de origem emiliano-romagnola residentes no exterior a possibilidade de frequentar um estágio de um ou dois meses em empresas e entidades com sede na Emilia-Romagna, para adquirir competências profissionais nos seguintes setores: arquitetura e engenharia, esporte e cuidado da pessoa, turismo, agro turismo e setor hoteleiro, restaurantes e agro alimentar, comercio exterior. O pedido para participar deve ser enviado até 21 de maio de 2010.

Podem partecipar jovens de idade entre 18 e 38 anos, residentes no exterior descendentes de emigrados da Emilia-Romagna, membros de associações inscritas no elenco regional, ou interessados em projetos de colaboração com a Região, que coloquem em comunicação empresas, entidades e comunidade emiliano-romagnola no exterior. O período do estágio vai de 7 de junho a 24 de julho de 2010.

A seleão dos participantes será feita de comum acordo entre a Consulta dos Emiliano-Romagnolos no Mundo e o Cides de Bologna. Como requisito, pede-se o conhecimento da língua italiana, ao menos para a gestão das relações pessoais. O programa dos estágios prevê também a aquisição de competências linguisticas. O edital está publicado no site http://www.emilianoromagnolinelmondo.it na seção "Documentazione", contendo todas as indicações úteis para pedir informações e apresentar o pedido até 21 de maio.

Aos participantes da I° Fase do Programa Boomerang 2010 será particularmente pedido de continuarem empenhando-se no desenvolvimento da associação dos emiliano-romagnolos no mundo da qual pertencem.

A todos os participantes será fornecido alojamento e uma adequada contribuição para refeiçes; será também reembolsado, na conclusão do percurso, o custo relativo à transferência da cidade de residência at Bologna (ida e volta) até um limite máximo de ? 1.000,00 (mil euros); de tal reembolso serão retidos ?150,00 (cento e cinquenta euros), referente à quota de adesão ao projeto que cada participante chamado deverá pagar.

Para outras informações e para saber como se associar ao Circolo Emilia-Romagna di San Paolo, favor encaminhar email para emiliaromagnasp@yahoo.com.br.



Fonte: http://circoloemiliaromagnadisanpaolo.blogspot.com/

Fonte: Circolo Emilia-Romagna

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Vaticano alerta para políticas imigratórias

O secretário do Pontifício Conselho para os Migrantes e Itinerantes, arcebispo Agostino Marchetto, voltou a ratificar a posição do Vaticano em relação às políticas adotadas por países europeus para barrar a imigração ilegal por via marítima.

Durante um seminário em Roma, o religioso condenou os que não observam o princípio de "não rejeição", o qual "está na base do tratamento a ser adotado a aqueles que fogem de perseguições".
Segundo o arcebispo, algumas políticas imigratórias, como a de interceptar embarcações em alto mar ou de aumentar os controles nos próprios países dos viajantes, violam princípios da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948.

De acordo com o secretário, esta "tendência entre os países europeus, de aumentar os controles nas fronteiras, encorajando os seus parceiros das costas mediterrâneas a efetuarem controles mais rígidos, não os dá a possibilidade de pedir asilo".

"São sérias as questões humanitárias relacionadas à essa tendência", comentou Marchetto.
Não é a primeira vez que o secretário do Pontifício Conselho para os Migrantes e Itinerantes critica as políticas imigratórias. Em diversas ocasiões, ele propôs resolver o problema "melhorando a cooperação internacional para desencorajar a clandestinidade com um maior número de canais legais para a imigração". (ANSA)

Espaço aéreo italiano é reaberto

Todo o espaço aéreo italiano foi reaberto, comunica o Enac, o órgão responsável pela aviação no país.
De todo o país, incluindo o norte da Itália, as companhias regularizam os voos para qualquer destino internacional e intercontinental (por exemplo, Ásia, América do Norte e América do Sul), especifica o Enac.
Desta retomada das atividades só ficam excluídas as conexões com os aeroportos do norte da Europa que continuam fechados e para os quais será preciso aguardar as decisões das autoridades locais para a aviação civil.

O Enac confirma ainda que todos os voos continuarão sendo monitorados tecnicamente, de acordo com normas rígidas de segurança.

NA EUROPA, O FUNCIONAMENTO É DE 50% -

Segundo a situação atualizada na manhã de hoje (20), Eurocontrol informa que na Europa operam 50% dos voos. Cerca de 75% das escalas europeias estão abertas nesta terça-feira e vão voar 60% dos aviões. É o que informa Eurocontrol via Twitter.

De acordo com Brian Flynn, vice-chefe de Eurocontrol, já são vários os aviões que voaram também na zona 'amarela', ou seja, aquelas regiões onde os voos dependem de controles. "Não houve problemas, só os modelos teóricos apresentam riscos potenciais", explica Flynn, acrescentando que a decisão final sobre a operacionalidade dos voos cabe aos governos, posto que Eurocontrol é só um órgão consultivo.

Foram retomados os voos domésticos dos aeroportos milaneses de Malpensa e de Linate, depois da reabertura do espaço aéreo da Itália pela manhã.

Em Malpensa, o primeiro a decolar foi um avião da AirOne com destino a Palermo, enquanto que de Linate foi um voo da Alitalia rumo a Bari.

Pousos e decolagens, como esperado, voltam gradualmente a operar, após os problemas causados pela nuvem de cinzas desprendida pelo vulcão islandês Eyjafjallajokull, cuja erupção começou na útima quinta-feira, dia15. (ANSA)

terça-feira, 20 de abril de 2010

Nuvem tóxica está na Toscana

A partir dos primeiros dados analisados, a nuvem proveniente da Islândia e decorrente da erupção do vulcão islandês Eyjafjallajokull, já está nos céus italianos, afirma o CNR (Conselho Nacional de Pesquisas, de sua sigla em italiano). O pico sobre a península e até a Grécia, está previsto entre terça-feira (20) e quarta-feira (21) pela manhã.

Uma camada da fumaça já foi identificada entre os 1.700 e os 3.400 metros de altitude sobre a Toscana. Segundo o Instituto de Metodologias para a Análise Ambiental do CNR, os dados se referem ao deslocamento da nuvem de partículas emitidas pelo vulcão, mas não ainda ao volume e às concentrações das partículas.

AEROPORTOS: A SITUAÇÃO É CRÍTICA -

Situações críticas se registram nos aeroportos de Roma, Milão e Turim, pelo cancelamento dos voos provocados pela nuvem de cinzas do vulcão islandês. É o que destaca o responsável pela aviação da Defesa Civil, general Massetti, no curso do comitê operacional que analisa as medidas para reduzir o desconforto provocado pelo fechamento do espaço aéreo europeu.

O Departamento, assim como a chancelaria italiana (Farnesina), também verificam a situação dos italianos que estão no exterior.

O Enac, órgão que regula as atividades do transporte aéreo na Itália, disse hoje (19) que se as previsões persistirem, nem amanhã (20) será possível voar no norte do país.
Foi o anúncio que fez durante a reunião do comitê operacional da Defesa Civil, convocado para fazer um balanço da situação, após o caos provocado pela erupção vulcânica nos aeroportos europeus.

(ANSA)

Caos em aeroportos italianos

Foram cancelados centenas de voos nos principais aeroportos da Itália, entre eles Fiumicino e Ciampino, devido à fumaça expelida pelo vulcão islandês Eyjafjallajökull.

Ao todo, 66 voos que estavam previstos para aterrissar no Aeroporto Internacional Leonardo da Vinci, que fica na cidade de Fiumicino, a cerca de 35 quilômetros da capital, Roma, foram anulados. Outros 78 que deveriam partir do local também não vão decolar.

No aeroporto romano de Ciampino, foram cancelados 36 voos de chegada e 37 de partida.
Nesta manhã, o diretor do Ente Nacional para a Aviação Civil (Enac) de Fiumicino, Vitaliano Turrà, convocou uma reunião com os responsáveis pelas companhias aéreas para analisar a possibilidade de transportar os passageiros, por via terrestre, aos aeroportos que continuam operando normalmente.
A medida teria como finalidade aliviar os aeroportos do norte do país, que são os mais atingidos pela fumaça vulcânica.

De acordo com o presidente do Enac, Vitor Riggio, todos desta região permanecerão fechados até às 8h de terça-feira (3h no horário de Brasília).
"Segundo as previsões atuais, não há possibilidade de reabrir os aeroportos. Mas, até às 21h de hoje, teremos mais detalhes da situação e avaliaremos o que fazer", comentou, por sua vez, o diretor-geral do Enac, Alessio Quaranta.

Diante do comunicado de fechamento dos aeroportos, a companhia aérea Alitalia informou hoje que todos os seus voos que partiriam ou chegariam em qualquer lugar da região norte do país estão cancelados até amanhã.

A empresa aconselha os passageiros a verificarem a situação dos seus voos entrando em contanto com o serviço de atendimento antes de irem ao aeroporto.

A fumaça já está alcançando a região da Toscana, que fica no centro da Itália, e a Grécia, segundo informações do Instituto de Análises Ambientais da província de Potenza.

No fim de semana, cogitou-se que as condições do céu poderiam atrapalhar a viagem do papa Bento XVI à Malta, já que o Pontífice partiu de Roma. Apesar das más condições, tudo ocorreu normalmente.

(ANSA)

Confiança em Berlusconi está no mínimo histórico

A confiança dos italianos no premier Silvio Berlusconi e em seu governo se mantém no mínimo histórico, enquanto cresce a um nível recorde a confiança na Liga Norte de Umberto Bossi. É o que indica pesquisa mensal do IPR Marketing realizada para o jornal romano Repubblica.it.

O consenso sobre o Povo da Liberdade (PDL, partido do chefe de governo) continua caindo, mas a oposição não consegue se aproveitar dessa situação, diante da perda de confiança no Partido Democrata (PD, o principal da oposição) e na União Democrática de Centro (UDC, oposição democrata-cristã), enquanto permanece estável o Itália dos Valores (IDV, do ex-procurador Antonio Di Pietro).

A confiança em Berlusconi continua estável em 44%, assim como também permanecem fixos os 54% dos italianos com pouca ou nenhuma confiança nele.

Nestes dois casos, trata-se de registros negativos "recordes" que surgem pela primeira vez no levantamento de março.

Também no julgamento sobre o Executivo como um todo, a cota dos que confiam segue estável em 38%, em relação ao recorde negativo registrado em março.
No entanto, aumenta a porcentagem dos que têm pouca ou nenhuma confiança, agora de 59% por causa de uma diminuição de 4% para 3% dos que não têm uma opinião formada.

A Liga Norte parece ser o único partido que avança, enquanto que para os demais, a partir do próprio PDL, o resultado é negativo inclusive nos partidos da oposição, com exceção do IDV.

(ANSA)

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Bento 16 comemora cinco anos de pontificado em meio a maior crise da Igreja Católica na era moderna

Em meio a uma das maiores crises envolvendo a Igreja Católica na era moderna devido aos escândalos de abusos sexuais cometidos por padres, o papa Bento 16 completa nesta segunda-feira (19) cinco anos de pontificado.

Desde março, quando começaram a salpicar as denúncias sobre os abusos em diversos países, igreja e papa têm sido duramente criticados pela imprensa internacional por abafarem os casos e por não punirem os padres pedófilos.

“A igreja vive numa crise como ela só viveu no século 19 com o pensamento moderno, com os avanços da ciência. Foi uma crise institucional muito forte. Depois teve uma crise menos forte, mas que durou muito tempo, e que levou ao Concílio Vaticano 2º em 1962. Mas a de agora é uma crise de adaptação ao mundo pós-moderno”, afirma o religioso Frei Betto.

A opinião de Frei Betto, um dos maiores expoentes da Teologia da Libertação no Brasil, movimento fortemente combatido pelo então cardeal Joseph Ratzinger (nome de batismo de Bento 16), também é defendida pelo vaticanista Marco Politi.

“Não me lembro de um pontificado da era moderna que tenha vivido uma crise maior do que esta”, reconheceu Politi à agência de notícias AFP. “Tantas controvérsias acabaram por dividir os católicos, que sentem que a igreja está dividida e não tem o mesmo poder de influência que existia com João Paulo 2º”, conclui.

As críticas feitas ao papa, porém, não se limitam aos casos de abusos sexuais cometidos por padres. Especialistas ouvidos pelo UOL Notícias avaliam que Bento 16 tem sido um líder pouco carismático, “desengonçado” ao se relacionar com as pessoas, e conservador.

“Se esperava que ele fosse um papa desengonçado do ponto de vista do relacionamento com as pessoas e ele tem sido. De vez em quando dá uns foras. Fala coisa fora do protocolo de um chefe de Estado”, avalia Luiz Felipe Pondé, professor do Departamento de Teologia da PUC-SP e da Faculdade de Comunicação da Faap.

Para Pondé, o papa tem seguido a linha já adotada por João Paulo 2º. “O Bento 16 continua investindo em certos valores dos últimos 25, 30 anos importantes para a Igreja Católica, como o combate ao uso de preservativos e o investimento na ideia de família de caráter indissolúvel.”

“Nesses cinco anos ele ainda não mostrou a que veio em termos de implementação do Concílio Vaticano 2º de renovação da igreja. Pelo contrário, ele tem levantado o freio de mão da igreja adotando uma série de medidas como restauração de liturgias arcaicas tradicionalistas”, afirma Frei Betto.

Já para Francisco Borba Ribeiro Neto, sociólogo e coordenador de projeto do Núcleo de Fé e Cultura, no pontificado de Bento 16 a figura do papa é vista mais como “um sábio enviado de Deus que indica os caminhos da igreja” e menos como o administrador da Santa Fé.

“Com o Bento 16, a Igreja Católica reaparece no cenário internacional como alguém que tem alguma coisa a dizer sobre os problemas no mundo inclusive com a capacidade de articulação intelectual e cultural para dialogar com todos os ambientes.”

Carismático?
Enquanto os especialistas ouvidos são unânimes em dizer que João Paulo 2º foi um papa muito carismático, há controvérsias com relação à simpatia do atual pontífice.

De acordo com o frade dominicano Frei Betto, “Bento 16 tem o azar de ser um papa carrancudo depois do carisma midiático do João Paulo 2º”. “Não considero o Bento 16 carismático. Eu diria até mais, eu acho ele anticarismático. Eu, como bom mineiro, fico com o pé atrás diante de pessoas que não sorriem”, afirma.

Entretanto, para o sociólogo Ribeiro Neto, Bento 16 é, sim, uma figura carismática. Segundo ele, desde o Concílio Vaticano 2º, a Igreja Católica deu início a um processo no qual o carisma do papa deixa de ser um atributo da personalidade do cardeal e passa a ser algo inerente ao cargo.

“João Paulo 2º era um personagem extremamente carismático que você nunca consegue saber onde começava o carisma pessoal e onde estava o perfil do cargo”, afirma Ribeiro Neto. “O cardeal Ratzinger não é um homem muito carismático, que viaja muito, que apareça como uma grande liderança política. Já o papa Bento 16 assume várias dessas características. Inclusive ele é uma figura carismática. Não tem o carisma de João Paulo 2º, mas é uma figura carismática”, defende.

Polêmico
Bento 16 também tem sido criticado por algumas frases polêmicas. Com pouco mais de um ano de pontificado, o papa citou, em uma universidade na Alemanha, a crítica de um imperador bizantino do século 14 ao Islã –de que todas as coisas que Maomé trouxe foram “más e desumanas”– para afirmar que a violência era “incompatível com a natureza de Deus”. Mais tarde o papa se disse “profundamente sentido” por ter ofendido a sensibilidade dos muçulmanos.

Enquanto que, para Frei Betto, Bento 16 tem “sido muito infeliz no diálogo com outras religiões”, para o Ribeiro Neto, há uma segunda intenção por trás de algumas frases.

“O Bento 16 tem uma capacidade muito grande de diálogo. Inclusive tem uma capacidade de usar, não de forma calculada, certos escândalos como provocação para um diálogo maior. O grande problema que acontece é que, frequentemente, o que a mídia fica sabendo é apenas aquele momento de provocação do escândalo. Já as consequencias não costumam aparecer”, defende o sociólogo. De acordo com Ribeiro Neto, dessa polêmica envolvendo o papa, surgiu um diálogo muçulmano-cristão.

Uol Noticias

Itália e França pedem sanções contra paises que poluem

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, e o presidente da França, Nicolas Sarkozy, querem que a União Europeia (UE) compense economicamente os países do bloco que cumprem com as metas de emissão de gases causadores de efeito estufa.

Os dois chefes de Governo assinaram uma carta conjunta explicando a proposta, que será enviada ao presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso. A compensação poderia ser feita por meio da compra de produtos das nações que respeitam as metas, em vez de importações dos países que desrespeitam.

O documento, porém, ressalta que se trataria de uma forma "não protecionista" útil, sobretudo, como novo instrumento de negociação internacional no âmbito do respeito ao clima.

"Seria inaceitável que os esforços já ambiciosos que aceitamos no interior da União Europeia com o objetivo de reduzir as nossas emissões de gases causadores do efeito estufa, em conformidade com o Conselho Europeu de 2008, fossem comprometidos pelas emissões de carbonos que derivam da ausência ou da insuficiência de ações de alguns países", destaca o texto.

Berlusconi e Sarkozy disseram ainda que "é necessário dar um novo impulso ao processo internacional de negociação".

"Dispor, no quadro de negociação internacional, deste mecanismo, que deverá, obviamente, ser inclusivo, e não protecionista, poderíamos, de fato, prevenir o risco de emissão de gás carbônico, encorajando os países a adotarem medidas de redução", defende a carta.

"Trata-se de uma alavanca indispensável que a União Europeia deve utilizar caso nós queiramos preservar a integridade dos nossos esforços, assegurando, ao mesmo tempo, o empenho dos nossos principais parceiros", acrescenta o texto.

Os líderes ressaltam, no entanto, "que qualquer mecanismo deve ser plenamente compatível com as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC)".

Berlusconi e Sarkozy se reuniram na última sexta-feira em Paris, em ocasião da 28ª Cúpula Intergovernativa Itália-França. Durante o encontro, foi assinada uma série de acordos no âmbito de produção nuclear, indústria, desenvolvimento e segurança.

Portak Itália

domingo, 18 de abril de 2010

Jogadores da seleção italiana posam só de cueca para grife

Com o Mundial da África do Sul se aproximando, as grifes de luxo estão criando campanhas e peças focadas no futebol. A Dolce & Gabbana apostou na Copa e desenvolveu a Dolce & Gabbana Gym Underwear, que traz alguns jogadores italianos só de cueca.

Antonio Di Natale, Vincenzo Iaquinta, Claudio Marchisio, Federico Marchetti e Domenico Criscito posaram para o fotógrafo Mariano Vivanco, que produziu o anúncio da grife. A previsão é de que a coleção chegue às lojas no próximo mês. A coleção será vendida a partir de maio.

Band

sábado, 17 de abril de 2010

Caso Battisti: agora Lula já pode decidir

O presidente brasileiro Lula da Silva já pode decidir se concede ou não a extradição à Itália de Cesare Battisti.
O Supremo Tribunal Federal (STF) de Brasília publicou o texto da sentença com a qual, há alguns meses, determinou a extradição, precisando que a decisão sobre o destino do ex-militante da extrema-esquerda estava agora nas mãos do chefe de Estado.

No encontro de segunda-feira (12) em Washington - que resultou em um acordo estratégico de parceria entre Brasil e Itália, Lula disse ao premier italiano Silvio Berlusconi que aguardava justamente as motivações do Supremo sobre a sentença favorável à extradição de Battisti para tomar sua decisão.

O ex-militante do grupo de extrema-esquerda Proletários Armados pelo Comunismo (PAC) aguarda a decisão no presídio de Papuda, em Brasília, depois que o ministro da Justiça Tarso Genro lhe concedeu asilo político (em janeiro de 2009).

Há um mês o Tribunal do Rio de Janeiro condenou Battisti a dois anos de prisão - que pode cumprir em liberdade condicional - pelo uso de passaporte falso quando entrou no país sul-americano.
Battisti foi condenado a duas prisões perpétuas na Itália por quatro homicídios cometidos nos anos 70, e o governo de Roma solicita a Brasília sua extradição. (ANSA)

PEDOFILIA: PADRE ITALIANO É TRANSFERIDO DO BRASIL PARA MOÇAMBIQUE

O sacerdote italiano Clodoveo Piazza, naturalizado brasileiro e acusado de pedofilia pela Procuradoria do Brasil, foi transferido para Moçambique, onde vive em uma residência da ordem dos Jesuítas, publicou o jornal Folha de São Paulo.

Em 2009 a procuradoria acusou Piazza de abuso sexual no Estado da Bahia, onde também foi acusado de facilitar a exploração de crianças por estrangeiros.

Piazza vive há sete meses em Maputo, capital de Moçambique, onde negou as acusações e disse ser vítima de uma campanha "política".

A procuradora Maria Eugenia Vasconcelos disse à Folha que a maioria dos processos contra o padre jesuíta prescreveu.

Piazza chegou a exercer o cargo de secretário estadual de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza na Bahia e foi premiado pelo seu trabalho na Organização de Ajuda Fraterna, em Salvador, capital da Bahia. (ANSA)

Papa completa 83 anos em meio à grave crise

Por ELISA PINNA

 - O papa Bento XVI chega hoje aos seus 83 anos de idade, a apenas três dias de completar cinco anos à frente do Vaticano, em meio a uma das mais graves crises da história contemporânea da Igreja Católica.
Desde o início de seu Pontificado, Joseph Ratzinger, um tímido professor de teologia nascido na Alemanha em 16 de abril de 1927, já sabia que a missão de suceder o popular João Paulo II não seria fácil, mesmo assim ele aceitou a incumbência no dia 19 de abril de 2005.

Ao longo desses cinco anos, Bento XVI teve alguns êxitos em sua "administração", mas tem sido marcado pelas duras críticas às atividades da Igreja, além de não ser compreendido pela opinião pública.
Em sua primeira aparição como Pontífice, após quase um quarto de século desempenhando no nada fácil cargo de prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé (1981-2005), Ratzinger se autodenominou um "humilde servo nas vinhas do Senhor", qualidade que o acompanhou ao longo de seus pronunciamentos e manifestações.

Por outro lado, a figura do alemão de suave acento bávaro, que ama tocar partituras de Mozart no piano, não durou muito.
Seu primeiro discurso programado, pronunciado ante a Cúria Romana em dezembro de 2005, foi considerado o anúncio de um Pontificado conservador, até reacionário.

Desde então, ele enfrenta um desafio atrás do outro, uma polêmica depois da outra. Em 2006, em um discurso na Universidade de Regensburgo [Alemanha], no qual o Papa defendeu a ideia de uma fé religiosa que saiba usar a razão para neutralizar o perigo do fanatismo, causou um terremoto no mundo muçulmano. Na ocasião, ele fora criticado por recordar um diálogo de 1391, entre o imperador bizantino Manuel II e "um persa culto".

Um ano depois, em homenagem à tradição litúrgica que tanto adora, Bento XVI reabilitou a missa em latim, anterior ao Concílio Vaticano II, o que desatou a cólera dos judeus, que, depois, repudiaram a revogação da excomunhão do tradicionalista Richard Williamson -- beneficiado pela medida junto a outros três membros da ordem do arcebispo Marcel Lefebvre -- que em uma entrevista negou a existência das câmaras de gás no antigo campo de concentração de Auschwitz.

Alguns de seus discursos, como o pronunciado no Memorial do Holocausto de Yad Vashem, em maio do ano passado, também desiludiram a comunidade judaica, assim como a aprovação, no fim do mesmo ano, do Decreto das Virtudes de Pio XII.

Como se não bastasse as tensas relações "com os maiores irmãos da fé", o Santo Padre enfrentou a revolta de muitos governos, que não apreciaram suas palavras sobre a ineficácia do uso do preservativo na luta contra a Aids na África.

Contudo, seus colaboradores concordam que, mesmo triste com as polêmicas e críticas, Bento XVI não se preocupa com a evidente impopularidade e nem modificou suas convicções teológicas mais profundas.
Suas explanações, publicadas em forma de livros, são prova de sua dedicação e já lhe renderam recordes entre os autores mais renomados.

"Jesus de Nazaré" (2007), por exemplo, entrou na lista dos best-sellers, e suas três encíclicas, principalmente a terceira, "Caritas in Veritate" (2009), são consideradas verdadeiros manifestos econômico-sociais da atualidade.

Perante as crescentes denúncias de abusos sexuais cometidos contra menores no âmbito das entidades eclesiásticas, alguns o acusam de ter encoberto os crimes de pedofilia, na época em que fora arcebispo e cardeal.
Já outros sustentam que apenas depois de sua chegada a Roma a Igreja passou a adotar uma política de intransigência diante de tais acusações.

Agora, o Papa enfrenta o que se configura como um dos maiores desafios da Igreja: convencer o mundo e grande parte de seus fiéis que quer novas regras a uma entidade que ele mesmo criticou, por suas imperfeições e erros do passado, a começar pela queda da mais antiga e resistente norma: a do silêncio.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Politico Italiano anuncia troca de Sexo

O ex-deputado italiano Vladimir Luxuria, o primeiro parlamentar travesti do país, anunciou ter se submetido a uma operação para mudança de sexo na cidade de Casablanca, no Marrocos.

Em entrevista publicada ontem pelo Corriere della Sera, Luxuria, de 44 anos, não esclareceu como foi a intervenção, argumentando que seu psicólogo o orientou a não "se expor". Ele disse apenas que a realizou no Marrocos.

"De fato, mentalmente, no momento em que sente o desejo de dar um passo deste tipo, já está na outra parte, já é outra pessoa... não sei como explicar", complementou.

Vladimir Luxuria, nome artístico de Wladimiro Guadagno, se tornou famoso como animador de uma discoteca destinada ao público homossexual. Ele foi o primeiro legislador travesti eleito no país, nas votações de 2006.

Portal Itália

Papa diz que Jesus é 'o coração do Brasil'

O papa Bento XVI afirmou que Jesus "é verdadeiramente o coração do Brasil", ao receber nesta manhã, no Vaticano, um grupo de bispos da região do Amazonas.
"Ele é verdadeiramente o coração do Brasil, de onde vem a força para todos homens e mulheres brasileiros se reconhecerem e sE ajudarem como irmãos", comentou o Pontífice.

Durante o encontro, Bento XVI pediu para os religiosos evitarem qualquer "sincretismo", respeitando ao máximo a disciplina do culto.
Demonstrando preocupação "por tudo que possa ofuscar o ponto mais original da fé católica: a presença real de Cristo na hóstia e nos cálices consagrados", o Papa defendeu que o culto "não pode nascer da nossa fantasia".

"Sem a Eucaristia e a centralidade da figura de Cristo, não seria uma verdadeira Igreja, mas uma comunidade ocupada com muitas coisas em vez de se recolher na única coisa necessária: o seu Senhor", disse o Pontífice. Segundo ele, "seria somente um grito na escuridão, ou uma simples auto-afirmação.
A verdadeira liturgia supõe que Deus responda e mostre como podemos adorá-lo".
Bento XVI lamentou também que ainda hoje haja "uma mentalidade incapaz de aceitar a possibilidade de uma real intervenção divina neste mundo em socorro dos homens".

Os bispos brasileiros, por sua vez, enumeram ao Pontífice os principais desafios da Igreja Católica local, entre eles os problemas ecológicos e sociais, e o acompanhamento da formação de futuros sacerdotes. (ANSA)

Divulgação de mulher-objeto incita a violência

Um estilo de comunicação que ofende as mulheres "na mídia, na propaganda, no debate público, pode oferecer um contexto favorável aos jovens para cometerem assédios sexual, verbal e físico, além de atos de violência propriamente ditos", afirma o presidente italiano Giorgio Napolitano, durante o simpósio "Mulheres na TV e na mídia: um novo rumo para a imagem feminina", enviado à presidente da Comissão para a Igualdade de Oportunidades, Mirella Ferlazzo.

"Não vou entrar no mérito dos instrumentos práticos que vocês propuseram, mas certamente é importante impor limites para essa tendência crescente de subestimação, ou ao desprezo declarado pela dignidade feminina, educando os jovens desde a infância a respeitar as mulheres, as meninas a exigi-lo e mais ainda os rapazes a manifestá-lo".

"A imagem de uma mulher-objeto, vista como um bem de consumo pela mídia e que tem na sua base um evidente desprezo pela dignidade feminina, pode favorecer atos de violência por parte dos jovens. E é evidente que esta imagem ofende profundamente as mulheres italianas", reforça Napolitano.
"Aprecio renovar a esperança de atingir um objetivo que compartilho, acrescenta Napolitano na mensagem a Mirella Ferlazzo. Refiro-me ao respeito que as mulheres devem exigir em todas as áreas: na família, na escola, no trabalho e na política. Este foi o apelo que fiz na cerimônia de 8 de março deste ano na sede da presidência, dedicada às mulheres do amanhã e incitando as adolescentes que se preparam a entrar na vida adulta a exigir o respeito de sua dignidade como mulheres".*

"O compromisso de eliminar as barreiras que limitam a liberdade e a igualdade entre os cidadãos, que está em nossa Constituição, se refere obviamente também ao direito dos cidadãos de ambos os sexos de receberem o mesmo respeito e dignidade", acrescenta Napolitano em sua mensagem a Ferlazzo.

 (ANSA)

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Papa: Escândalos Marcam seu Aniversário

Bento XVI fará 83 anos no próximo dia 16 de abril e três dias depois (19) comemora o quinto aniversário de seu pontificado. Tudo em meio a uma das crises mais graves da história contemporânea da Igreja Católica, com um escândalo sem precedentes sobre casos de pedofilia vinculados a religiosos, que está repercutindo nas consciências dos fieis e abalando na base muitas estruturas e convicções eclesiásticas.

Cinco anos, todos em ascensão, para o Pontífice alemão, convidado pelo Conclave de abril de 2005 a suceder o carismático papa João Paulo II. (ANSA)

Sem citar pedofilia, Papa fala das funções dos padres

O papa Bento XVI afirmou que os padres levam "a luz de Deus" para as "confusões do nosso tempo", ao discursar na audiência geral desta manhã na praça São Pedro, no Vaticano.
Durante a cerimônia, dedicada ao sacerdócio, não foi feita nenhuma menção às recentes denúncias de pedofilia que recaem sobre a Igreja Católica.

Atualmente, há casos suspeitos de abusos sexuais cometidos por padres em diversos países, como Estados Unidos, França, Suíça, Noruega, Dinamarca, África do Sul, Reino Unido, Irlanda, Espanha, México, Itália, Canadá, Áustria, Holanda, entre outros.

Diante de cerca de 20 mil fiéis, o Pontífice destacou quais são as três principais funções dos sacerdotes: ensinar, santificar e ordenar, sendo que, de acordo com o Papa, a primeira missão é a principal.
"[Ensinar é, ndr.] uma tarefa particularmente importante, em uma época marcada pela plena emergência educativa, já que há uma grande confusão nas escolhas da nossa vida, e alguns questionamentos fundamentais, como 'para onde vamos? Quais são os valores verdadeiramente permanentes?", explicou.
Na mesma cerimônia, Bento XVI enviou uma mensagem à China, que nas últimas horas foi atingida por uma série de terremotos, os quais deixaram ao menos 400 mortos e 10 mil feridos.

"Rezo pelas vítimas e estou espiritualmente próximo das pessoas atingidas pela tão grave calamidade. Por isso, imploro a Deus que alivie o sofrimento deles e os encoraje nesta adversidade", disse o Papa.

(ANSA)

60% dos religiosos pedófilos são homossexuais

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que 60% dos sacerdotes acusados de abusos sexuais são gays e sentem atração por adolescentes, segundo "um dado estatístico objetivo" recolhido pela Congregação para a Doutrina da Fé.

Questionado sobre as polêmicas causadas pelas declarações recentes do secretário de Estado vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, quando este sugeriu uma possível relação entre homossexualidade e pedofilia, Lombardi citou declarações do promotor de Justiça da Congregação para a Doutrina da Fé, monsenhor Charles J. Scicluna.

Em uma entrevista ao jornal da Conferência Episcopal Italiana (CEI), L'Avvenire, Scicluna disse que "nos últimos nove anos (2001-2010) examinamos acusações sobre cerca de 3 mil casos de sacerdotes diocesanos ou religiosos, em relação aos crimes cometidos nos últimos 50 anos".

(ANSA)

Itália: 83% acreditam que a crise continua latente

Entre os italianos, 83% acham que a crise econômica ainda é latente, de acordo com uma pesquisa divulgada hoje pela organização de comerciantes Confesercenti.

Na opinião de 51%, é possível uma recuperação no prazo de 12 meses. Os mais otimistas são os jovens (59%), seguidos por empresários e trabalhadores autônomos.

Quanto às famílias, 28% declararam ter sido "diretamente atingidas", ou pela perda do emprego, ou porque algum membro da família está desempregado e vive com o auxílio-desemprego.

Italianos.it

JUSTIÇA ITALIANA REJEITA RECURSOS PARA PERMITIR CASAMENTO CIVIL GAY

A Corte Constitucional da Itália rejeitou os recursos apresentados pelo Tribunal de Veneza e pela Corte de Apelação de Trento que pediam a ilegitimidade de uma série de artigos do Código Civil que impedem o casamento de pessoas do mesmo sexo.
Segundo informado à ANSA, a Corte considerou infundados os recursos, sendo que os motivos da decisão serão publicados nos próximos dias e escritos pelo juiz Alessandro Criscuolo.
O Tribunal de Veneza e a Corte de Apelação de Trento contataram a Corte Constitucional porque foram requisitados a decidir o caso de três casais gays que tiveram o casamento impedido devido a obstruções judiciais.
De acordo com uma nota da Corte Constitucional, os recursos defendiam que alguns artigos do Código Civil contradizem alguns direitos garantidos pela Constituição, como os previstos nos arrtigos 2 (direitos invioláveis do homem), 3 (princípio de igualdade), 29 (direitos da família como sociedade natural fundada no matrimônio) e 117 (direito comunitário e as obrigações internacionais).
Nos últimos dias, os advogados dos casais haviam pedido uma "resposta corajosa" da Corte, que permitiria o matrimônio.

(ANSA)

terça-feira, 13 de abril de 2010

Especializados no reconhecimento da Cidadania Italiana

Grupo italiano instalado no Brasil e na Itália, promete finalização do processo de cidadania, em tempo relativamente breve.



Entrevistados integrantes da equipe com escritório de advocacia com profissionais formados em direito em Universidades Italianas, nós disseram que o trabalho é oferecer assistência por todo o processo, desde a orientação inicial até a finalização do processo na Itália, incluindo aluguel de apartamentos, a entrada na residência italiana. Marco Pascarella (um dos profissionais da firma) explica “Em qualquer cidade italiana é necessário esperar a confirmação e o reconhecimento oficial da cidadania, o que dura cerca de dois até quatros meses. Em seguida, é feita a entrada no processo de reconhecimento de cidadania” e continua ”O diferencial do nosso serviço é um ganho de tempo, pois, em poucos dias, garantimos a entrada na residência e também no reconhecimento da cidadania”.

Claudio Laganá (outro integrante da equipe) concluiu “Nas Comunes onde trabalhamos não é exigido documentação inteiro teor. Com um custo baixo e um atendimento diferenciado, o seu objetivo de se tornar um cidadão italiano é atingido em um breve período de tempo”.

Para comprovar a eficácia deste grupo é só entrar no site deles e verificar, http://www.cidadaniaitalianaassistencia.com./

Itália.org

AMAURI SE DIZ 'ORGULHOSO' DE RECEBER CIDADANIA ITALIANA

O atacante brasileiro Amauri, da Juventus, disse estar orgulhoso de receber a cidadania italiana -- o que deixará o caminho livre para uma possível convocação à seleção de futebol do país.

"É um dia que esperava há muito. A espera foi longa, mas depois de tantos anos sou italiano e estou muito orgulhoso", declarou o atleta, que joga na nação europeia desde 2000.
Amauri prestou seu juramente de fidelidade na tarde de ontem (horário local) em frente ao diretor da divisão local do Serviço Civil, Gianni Giacone.

"Hoje estou muito emocionado. Quanto à seleção, veremos. Agora sou verdadeiramente italiano e, se houver a oportunidade, serei o homem mais feliz do mundo", disse o jogador.

Desde o ano passado a imprensa especula sobre a possibilidade de que Amauri seja convocado para defender a Itália na Copa do Mundo da África do Sul, que começa em 11 de junho.

Em fevereiro, o treinador do time, Marcello Lippi, afirmou que não responderia a questionamentos sobre chamar Amauri, já que "por hora" ele era brasileiro. "Quando for italiano, veremos", respondeu o técnico.

As chances do atacante, porém, são diminuídas pelo fato de ele não ter disputado nenhum dos amistosos que visavam preparar a seleção para o Mundial.

Portal Itália

Títulos argentinos: banco italiano é multado em € 580 mil

Um tribunal do norte da Itália condenou o Banco Popolare de Vicenza a pagar uma indenização de € 580 mil a dois empresários que investiram em títulos emitidos pela Argentina.
O tribunal de Piacenza, na Lombardia, condenou a citada instituição a ressarcir dois empresários dessa cidade, escreveu nesta terça-feira o Italia Oggi.
Este veículo da imprensa considerou a medida como um "reembolso recorde", que determina a devolução com juros dos € 400 mil investidos em 2001 nos títulos de Estado, sobre os quais a Argentina depois decretou insolvência.

Segundo o jornal, apesar dos empresários estarem cientes que aos rendimentos elevados oferecidos pelos títulos correspondiam riscos igualmente altos, "ninguém" no momento da compra e nem nos meses sucessivos os informou que a situação financeira da Argentina "estava perto da falência".

Segundo o advogado Marco Zuffada, que defendeu os interesses dos dois investidores frente ao banco, a instituição de crédito "forneceu informações incompletas desde 2001 e continuou a fazê-lo nos anos sucessivos". (ANSA)

Governistas saem fortalecidos de eleições municipais

O segundo turno das eleições municipais italianas, encerrado ontem, confirmou uma tendência favorável à coligação governista, Povo da Liberdade (PDL), do primeiro-ministro, Silvio Berlusconi.
Das quatro capitais que realizaram o pleito, duas serão governadas por essa aliança e as outras pelo Partido Democrata (PD), que, até então, controlava três das localidades em questão.

A vitória mais significativa para o PDL ocorreu em Mántua, que faz parte da região de Lombardia, onde Nicola Sodano derrotou Fiorenza Brioni com 52,2% dos votos.
O chefe do Poder Executivo da Lombardia, Roberto Formigoni, recentemente reeleito para o seu terceiro mandato no cargo, comemorou a vitória governista.

O ministro do Interior, Roberto Maroni, por sua vez, classificou o resultado como "clamoroso".
Já em Vibo Valentia, na província da Calábria, o representante do PDL, Nicola D'Agostino, obteve a preferência de 59,2% da população.

Já as vitórias do PD ocorreram em Macerata e Matera. Na primeira, Romano Carancini conquistou 50,29% dos votos, enquanto na segunda, Salvatore Adduce, ficou com 50,3%.
Apesar dos resultados terem sido favoráveis ao PDL, a marca do segundo turno foi o baixo comparecimento às urnas, que ficou em 58,8%.

(ANSA)

BATTISTI: AMORIM DIZ QUE BERLUSCONI CONFIA NA DECISÃO DO BRASIL

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, afirmou ontem, após a reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o premier italiano, Silvio Berlusconi, que o governo da Itália confia nas escolhas do Brasil.

Amorim respondeu assim a uma questão da ANSA sobre o ex-ativista italiano Cesare Battisti, que está preso na penitenciária da Papuda, em Brasília, onde aguarda a decisão de Lula.

O caso de Battisti -- ex-membro do grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC) e que foi condenado à prisão perpétua na Itália -- é considerado um dos temas conflitantes entre os dois países.

No fim de 2009, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pela extradição do italiano, como requere o seu país de origem. Contudo, os ministros do STF apontaram ainda que o parecer final ficaria a cargo do mandatário brasileiro, que ainda não se pronunciou.

Havia uma grande expectativa em relação à discussão, que poderia ou não entrar na pauta da reunião desta segunda -feira. Lula e Berlusconi se encontraram na tarde de ontem em Washington, horas antes da Cúpula sobre Segurança Nuclear, organizada pelo governo de Barack Obama, cujo início estava programado para as 19h15, no horário de Brasília.

Os líderes de Brasil e Itália também assistiram à assinatura de um acordo de associação estratégica, que prevê a cooperação na luta contra a pobreza, contra a mudança climática e pelo desarmamento, entre outros pontos.

Ainda nesta segunda-feira, o presidente brasileiro se reuniu com o primeiro-ministro do Japão, Yukio Hatoyama, e com o premier turco, Recep Erdogan.

Itália aumenta dívida e diminui receitas

A dívida pública da Itália aumentou em fevereiro em relação ao mês anterior, enquanto as receitas fiscais encolheram no primeiro trimestre face ao mesmo período do ano anterior, anunciou hoje o Banco da Itália, a entidade reguladora do sistema bancário do país.

A dívida pública atingiu € 1,795 bilhão, contra o € 1,788 do mês anterior, o que a aproxima do recorde absoluto registrado em outubro passado, que foi de € 1,802 bilhão.

As receitas fiscais do primeiro bimestre de 2010 importaram 53.479 milhões, contra os 54.892 milhões de igual período de 2009.

(ANSA)

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Lula e Berlusconi firmam acordo estratégico

O chefe de governo italiano, Silvio Berlusconi, e o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, firmaram hoje em Washington um acordo de parceria estratégica que prevê uma cooperação no combate à pobreza e às mudanças climáticas, além de um trabalho conjunto para o desarmamento, entre outros pontos.

Na base do entendimento, Itália e Brasil vão trabalhar pela não proliferação nuclear e para manter e consolidar a paz.

Os governantes, que estão em Washington para participar da reunião mundial sobre segurança nuclear, se reuniram na Embaixada do Brasil, na capital norte-americana, durante 40 minutos.

(ANSA)

Reunião entre Lula e Berlusconi

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o premier italiano Silvio Berlusconi manterão um encontro bilateral nesta segunda-feira em Washington, a partir das 15h15, no horário de Brasília.
Os dois chefes de Governo estarão na capital dos Estados Unidos para participar da Cúpula de Segurança Nuclear, convocada pelo presidente norte-americano Barack Obama. O evento reunirá governantes de mais de 40 países e termina na terça-feira, dia 13.

Após as conversas, Lula e Berlusconi presidirão uma cerimônia para a assinatura de atos. O encontro ocorrerá na residência da Embaixada do Brasil e contará também com a presença do chanceler Celso Amorim.

Os temas bilaterais incluiriam, além da série de acordos econômicos (entre os quais poderia estar a venda de navios à Marinha brasileira), o caso de Cesare Battisti, ex-integrante do grupo de xtrema-esquerda Proletários Armados pelo Comunismo (PAC) que está detido no Brasil e cuja extradição é requisitada pela Itália.

Condenado em seu país de origem, Battisti foi preso no Rio de Janeiro em 2007. No ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) anulou o refúgio político que lhe foi concedido pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, acatando assim o pedido italiano.

A decisão final sobre o caso - que gerou uma crise entre ambas as nações, está agora nas mãos de Lula, que ainda não se pronunciou. Por isso, o encontro entre os dois líderes pode ser decisivo e incluir eventuais "garantias" de Berlusconi a seu colega brasileiro.

O premier italiano deveria ter visitado o país no início de março passado, mas a viagem foi cancelada por questões de agenda.

 (ANSA)

Governador anuncia número oficial de mortos

São nove as vítimas fatais do acidente de trem ocorrido nesta manhã na região italiana de Trentino-Alto Ádige, no norte do país, segundo anunciou o presidente (governador) da província de Bolzano, Luis Durnwalder.
Em uma coletiva de imprensa, Durnwalder explicou que "houve um erro na contagem" de mortos, já que antes as autoridades falavam em 11 vítimas.

"São nove os corpos encontrados, enquanto os feridos são 28, sendo que sete deles estão em condições graves de saúde", informou o presidente.
Às 9h05 locais (4h05 no horário de Brasília), um trem com 39 pessoas a bordo descarrilou em um trecho entre as cidades de Laces e de Castelbello-Ciardes, na província de Bolzano.

A linha é considerada uma das mais modernas da Itália e funciona desde 2005. A polícia e a Defesa Civil acreditam que o acidente tenha sido causado por um desmoronamento de terra, que possivelmente foi provocado pela ruptura de um sistema de irrigação.

A hipótese é que a ruptura tenha encharcado o terreno, deixando o caminho instável.
De acordo com Durnwalder, o desmoronamento ocorreu às 9h01 locais e o alarme do trem soou às 9h03. Cinco minutos depois, os socorros chegaram ao local. As operações, no entanto, foram dificuldades pela quantidade de terra que invadiu os vagões.
As atividades de socorro, que envolveram cerca de 150 agentes, foram encerradas às 12h locais (7h no horário de Brasília).

Os feridos estão sendo atendidos nos hospitais das redondezas.
O comandante do Corpo de Bombeiros de Castelbello, Lorenzo Tappeiner, recordou que em 2006 foi realizada uma inspeção pela Defesa Civil na região do acidente, enquanto o assessor de Mobilidade de Bolzano, Thomas Widmann, ressaltou que no ano passado houve um monitoramento dos trilhos.

(ANSA)

Acidente de trem deixa ao menos 11 mortos

O presidente da Itália, Giorgio Napolitano, telefonou para as autoridades políticas da região de Trentino-Alto Ádige, no norte do país, para pedir mais informações sobre o descarrilamento de um trem, que deixou ao menos 11 mortos e dezenas de feridos nesta manhã.

O acidente ocorreu às 9h05 locais (4h05 no horário de Brasília) em um trecho entre as cidades de Laces e de Castelbello-Ciardes, na província de Bolzano. A linha funciona desde 2005.
"Tememos que o número de mortes possa aumentar", comentou o assessor de Transportes, Richard Theiner, enquanto o ministro da Infraestrutura e dos Transportes, Altero Matteoli, está se dirigindo ao local do acidente, segundo informou um comunicado oficial.

A polícia e a Defesa Civil acreditam que o acidente tenha sido causado por um desmoronamento de terra, que possivelmente foi provocado pela ruptura de um sistema de irrigação.
A hipótese é que a ruptura tenha encharcado o terreno, deixando a linha ferroviária instável. Alguns vagões, principalmente os do meio do trem, estão lotados de terra, o que está prejudicando as operações de resgate.

(ANSA)

ALITALIA: QUANDO A PONTUALIDADE É UM RECONHECIMENTO

A Alitalia, líder no ranking de pontualidade entre as companhias aéreas no mês de janeiro, conquistou a "a camisa cor de rosa", disse com satisfação o presidente da empresa, Roberto Colaninno, acrescentando que "o que mais importa é que agora poderemos nos sentar com igual dignidade onde se sentaram todos os demais".

"Apreciaria muito encontrar alguém que tivesse previsto que ocuparíamos o primeiro lugar na Europa por pontualidade", continuou Colaninno, comentando que o resultado foi divulgado no mesmo dia em que se concretizou a fusão entre British Airways e Iberia.

"A Alitalia não precisa de nada", em resposta à pergunta sobre se deveria se unir com o parceiro de referência, a Air France. "Estamos em uma grande aliança, mas com uma posição mais forte do que há um ano, e ninguém teria apostado nisso", comentou.
De fato, a Alitalia foi reconhecida na quinta-feira (8) como a líder em pontualidade entre as companhias europeias em janeiro.

O resultado é da maior importância, em se considerando que a alemã Lufthansa e a suíça Swiss (que faz parte do Grupo Lufthansa) acumularam os maiores atrasos nos voos, o que as deixou nos últimos lugares da classificação, como divulgado online por Ticino Finanza, de posse dos dados da Associação das Companhias Aéreas Europeias contidos em um relatório confidencial.
Segundo tais dados, com um índice de 84,3% em pontualidade nos voos de partida, a Alitalia conquistou o primeiro lugar entre as 22 empresas monitoradas.

(ANSA)

sábado, 10 de abril de 2010

INDIGNAÇÃO EM VENEZA: 'NÃO' ÀS GÔNDOLAS DE PLÁSTICO

Gôndolas de plástico? Já existem e são aquelas para os turistas levarem de lembrança: foi assim que Giorgio Orsoni, na véspera de sua posse amanhã (8) como prefeito de Veneza, rejeitou a proposta apresentada por um empresário de Brindisi de construir as tradicionais embarcações com mais de 11 metros de comprimento em material plástico.

É um coro unânime de "não, obrigado" que partiu dos gondoleiros e que não dá margem às dúvidas sobre a resposta da cidade a uma carta enviada à Entidade Gôndola pelo titular dos Estaleiros Brindisi, Giuseppe Gioia.

Na carta, o fabricante, depois de anunciar que estava criando um protótipo em fibra de vidro, pediu à entidade veneziana se havia algum interesse.
Muitos a interpretaram como uma proposta que visava apagar uma parte da própria cidade. Em Veneza se desencadearam comentários negativos e furiosos, respaldados não só pela história local, como pelas regras municipais que exigem que as gôndolas sejam entalhadas na madeira.
De fato, cada embarcação é feita com cerca 300 peças: a construção dura quase um ano e o custo final supera os € 20 mil.

Há alguns anos, surgiu uma dura polêmica sobre a vedação das gôndolas com material plástico e a discussão sobre a experimentação do uso de materiais distintos da madeira para as paliçadas da laguna ainda não terminou. Sugerir a fabricação em plástico de um dos próprios símbolos da história milenar local, é como jogar gasolina na fogueira.

"É um delírio. Nos oporemos de todas as formas possíveis", comentou Aldo Reato, presidente da associação que representa os gondoleiros. "Acredito que todo o mundo dos remos dirá um grande 'não' à possibilidade das gôndolas de plástico. Não somos um parque de diversões, estamos em Veneza", reforçou.

Tudo indica que Gioia não pretende desistir do seu projeto, apesar das fortes críticas que recebeu. O empresário continuou a defender a criação de um "produto econômico e inovador", que se não interessar aos venezianos, poderá seduzir a Califórnia ou os Emirados Árabes, onde também há gôndolas.

 (ANSA)

Pedofilia: "Desafio de todos, não só da Igreja

A pedofilia "é um desafio para os Estados e não só para eles, mas para todas as categorias de gente", disse à ANSA o secretário de Estado vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, ao sair em defesa da Igreja Católica e do papa Bento XVI.

"Há excessos em relação à Igreja e mais especificamente à categoria dos sacerdotes, mas devemos pensar em todas as outras categorias de pessoas, que cometem pedofilia em porcentagens muito maiores", acrescentou.

Os sacerdotes que cometem este crime "podem chegar a 1,2%", disse ele, ao comentar um editorial da revista italiana Famiglia Cristiana, que sobre isso opinou que "o Papa fez muito e os Estados pouco".

O número dois na hierarquia do Vaticano abordou o assunto que choca a Igreja durante sua visita em Punta Arenas, no sul do Chile, onde destacou o trabalho de sua congregação, a Salesiana, em defesa dos índios, e pela sua missão educativa em milhares de escolas de Don Bosco.

Bertone foi várias vezes aplaudido - entre cânticos e hinos religiosos e populares, durante um encontro com um milhar de alunos de ambos os sexos, entre 13 e 18 anos, que o presentearam com uma bandeira de Magalhães, azul e branca, que colocou em seu ombro.

O prelado pediu que todos os setores e instituições atuem contra os abusos e estupros de crianças e adolescentes. (ANSA)

Papa: disposto a encontrar com vítimas de pedofilia

papa Bento XVI está à disposição para manter "novos encontros" com pessoas que sofreram abusos sexuais de membros da Igreja Católica, informou hoje o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi.
Lombardi, em entrevista à Rádio Vaticana, falou sobre o tema dos abusos sexuais cometidos por sacerdotes e disse que "muitas vítimas não buscam indenizações financeiras, mas ajuda interior", para ajudar a superar suas dolorosas histórias pessoais.

No contexto da atenção às vítimas, Lombardi retomou a carta pastoral aos católicos irlandeses, lida pelo Pontífice em 20 de março, e na qual ele afirma "estar disponível para novos encontros" e expressa "vergonha" pelos crimes de pedofilia cometidos por sacerdotes daquele país e acobertados por 60 anos.
"O papa Bento XVI, guia coerente no caminho do rigor e da veracidade, merece todo o respeito e o apoio dos que lhe endereçam amplos testemunhos de todas as partes da Igreja", apontou o porta-voz no texto veiculado pela Rádio Vaticana.

"Ele é um pastor à altura para enfrentar com retidão e segurança estes tempos difíceis, nos quais não faltam críticas e insinuações infundadas; sem preconceito, deve afirmar-se que se trata de um Papa que falou muito da verdade de Deus e do respeito à verdade", relatou.

O porta-voz da Santa Sé também comentou as punições que devem ser dirigidas aos padres pedófilos, paralelamente "à atenção às vítimas".
"É preciso continuar a implementar com firmeza os procedimentos corretos do julgamento canônico dos culpados e da colaboração com as autoridades civis, no que se refere à sua competência judiciária e penal, mantendo em vista as especificidades das normas e das situações nos diversos países", disse ele.

"Só assim se pode pensar em, de fato, reconstituir um clima de justiça e de plena confiança na instituição eclesial", completou Lombardi, afirmando que, aparentemente, o número de novas denúncias tem diminuído, o que seria resultado da atenção das dioceses no combate à pedofilia.

 (ANSA)

Como anda a Saúde dos Italianos ?

"Metade dos italianos estão acima do peso ou obesos", denuncia o diretor do Centro de estudos sobre a obesidade da Universidade de Milão, Michele Carruba. "Apesar deste quadro, o sistema de saúde do país não está equipado para enfrentar o que já é uma epidemia, e os centros interdisciplinares são poucos, cerca de uma dúzi"', acrescenta ele.*
"É importante que os médicos trabalhem em conjunto, para reconhecer os pacientes de risco, isto é, aqueles que apresentam o risco de desenvolver cânceres ou distúrbios cardiovasculares", explica Carruba.

COMER BEM EVITA 40% DOS TUMORES -
Recuperar a dieta mediterrânea, mas reduzindo as porções
"Comer bem pode prevenir 40% dos tumores e 50% das doenças cardiovasculares", afirma Michele Carruba, que adverte que "não existem alimentos bons ou ruins, mas sim uma alimentação boa ou ruim. Você até pode se permitir um lanchinho e esquecer completamente frutas e legumes, desde que isso não se torne uma rotina de todos os dias",
Carruba reforça a importância de resgatar a dieta mediterrânea para melhorar a saúde da população, mas com porções reduzidas.

(ANSA)

terça-feira, 6 de abril de 2010

Pilula segura contra a Obesidade


Cientistas italianos descobriram o segredo para criar um remédio contra a obesidade sem efeitos colaterais. Tal remédio agiria sobre o metabolismo e não sobre a psique, e funcionaria como os inibidores de apetite de velha geração, retirados do mercado justamente por serem perigosos para a psique, mas seria isento dos efeitos adversos destes últimos.

Os especialistas coordenados por Uberto Pagotto, endocrinologista da Universidade de Bolonha, descobriram nos ratos de laboratório que desligando os receptores dos canabinóides CB1 - alvo dos inibidores do apetite como o Rimonabant, retirado do mercado em 2008 por Aifa e Emea - só nos órgãos periféricos (músculos, pâncreas, etc.), mas não no cérebro, o emagrecimento ocorre mas sem efeitos colaterais (o remédio Rimonabant, por exemplo, triplicava o risco de distúrbios depressivos e ansiedade, além de aumentar o risco de suicídio).

A pesquisa foi publicada na revista Cell metabolism.
Um remédio seletivo que não interfere nos receptores CB1 do cérebro poderia ser uma promessa segura contra a obesidade e patologias associadas (diabetes, por exemplo). (ANSA)

PEDOFILIA: IMPRENSA INTERNACIONAL CRITICA SILÊNCIO DO PAPA

A imprensa internacional direcionou os holofotes à mensagem Urbi et Orbi do papa Bento XVI durante a missa de Páscoa do domingo (4), na qual ele evitou abordar a questão dos padres pedófilos, que há semanas sacode o clero católico e a opinião pública.

Dos Estados Unidos à Espanha, da Inglaterra à França, entre outros países, se destaca que o decano do Colégio de Cardeais, Angelo Sodano, em nome de "todo o povo de Deus", se estreitou em torno do Pontífice, que se esquivou do assunto.

Alguns meios de comunicação indicaram hoje em suas edições online que acusar a imprensa e forças "anticristãs" de atacar o Papa pelas acusações de pedofilia é um sinal de "fraqueza" do Vaticano e da Igreja Católica.

"A mensagem de Páscoa do Papa ignora o escândalo dos abusos sexuais", foi a manchete do jornal britânico The Times, observando que o Pontífice "não assumiu qualquer culpa sobre a crise dos padres pedófilos".

O The Guardian também, em um artigo intitulado "O Papa ignora os abusos sexuais contra as crianças", diz que enquanto "os bispos da Europa aproveitaram a Páscoa para se desculpar e reconhecer os danos causados pelos escândalos, o Papa permaneceu impenitente".
Já o norte-americano Washington Post, em um editorial de Timothy Shriver, se perguntou se "o Papa poderá restabelecer a pureza do catolicismo".

Também falaram sobre o silêncio de Bento XVI durante a Semana Santa, e o apoio manifestado a seu favor por diversos religiosos, o espanhol El País, o francês Le Figaro e a revista alemã Der Spiegel. (ANSA)

Poluição: 20 pessoas são hospitalizadas por dia

Em Milão, diariamente chegam ao pronto socorro quase 70 pessoas por causa de doenças associadas à poluição. E todos os dias, em média, 20 destas pessoas são hospitalizadas. O dado surge da pesquisa Poemi (Pollution and Emergency in Milan), um estudo financiado pelo Município de Milão e coordenado pelo hospital San Carlo Borromeo.

O projeto Poemi envolve outros quatro hospitais milaneses - Fatebenefratelli, Policlinico, Niguarda e San Paolo, e foi encomendado para "avaliar a relação entre os níveis diários de poluição e as entradas no hospital por distúrbios cardiorrespiratórios nos Departamentos de Emergência dos cinco principais hospitais de Milão", lê-se no estudo.

O projeto começou a monitorar as consultas no pronto socorro vinculadas à poluição em 1º de novembro de 2007 e depois de um ano já listava 25.305 consultas, das quais 12.976 por infecções nas vias respiratórias superiores, 2.631 por pneumonia, 2.289 por quadros de bronquite aguda, 2.268 por ataques cardíacos e 1.350 por ataques agudos de asma. A maioria dos pacientes estava na faixa entre 0 e 18 anos (13.315), ou com mais de 65 anos (6.596).
Sobre o total das 25 mil consultas, "17.300 receberam alta logo depois - cita o estudo - enquanto 7.620 foram internados", o que equivale a cerca de 30% do total.
Segundo os especialistas, uma análise estatística destes dados indica "uma alta correlação entre as consultas por doenças cardiovasculares ou respiratórias, em conjunto, e o nível dos poluentes no ar. Este vínculo é forte em todas as faixas etárias".

(ANSA)

RECONSTRUÇÃO DE L'AQUILA LEVARÁ DE SETE A OITO ANOS

A capital do Abruzzo, L'Aquila, poderá ser reconstruída em sete ou oito anos, desde que se trabalhe sem parar, afirma o chefe da Defesa Civil da Itália, Guido Bertolaso.
Com a premissa de que o esforço inicial se concentrou "na construção de habitações para acomodar todos dignamente", Bertolaso também destacou que "para que a reconstrução seja bem feita, deve haver um grande comprometimento, uma grande capacidade de programação e planejamento, além de trabalhar incansavelmente, sem parar".
Quanto ao dinheiro, "é importante gastá-lo bem e com transparência".

POLÍTICOS CUMPRIMENTAM PREFEITO LOCAL -
Autoridades políticas italianas enviaram condolências às famílias das vítimas do terremoto de 5,8 graus na escala Richter que atingiu a região de Abruzzo, no centro do país, há exatamente um ano.
"Por ocasião do primeiro aniversário do trágico evento sísmico que atingiu o Abruzzo, desejo expessar minha proximidade às famílias das pessoas que perderam a vida", disse o presidente da Câmara dos Deputados da Itália, Gianfranco Fini.
Em uma mensagem enviada a Franco Gabrielli, prefeito de L'Aquila, que foi o epicentro do tremor, o deputado manifestou o desejo de que "todo o país, instituições e sociedade civil, prossigam na função de defender com todos os meios a continuidade das obras de reconstrução das zonas atingidas e o retorno à normalidade".
O presidente do Senado italiano, Renato Schifani, também enviou um telegrama ao prefeito, ressaltando que "o susto daqueles dias [posteriores ao terremoto, ndr.] está intacto em nossa memória".
"Há um ano do terremoto que feriu o Abruzzo na terrível noite entre 5 e 6 de abril de 2009, desejo renovar a proximidade, a minha pessoal e a de todos os colegas senadores, à população atingida, junto com as profundas condolências para os que perderam a vida no sismo".

Desde ontem (5), expoentes políticos italianos relembram o trágico terremoto, que deixou cerca de 300 mortos, 1.600 feridos e 50 mil desabrigados.
Nesta madrugada, aproximadamente 25 mil pessoas se reuniram na praça do Duomo, em L'Aquila, e caminharam pela cidade carregando tochas, velas e luzes para relembrar as vítimas do tremor.
Durante a cerimônia, um abalo de 2,2 graus de magnitude foi sentido na província de L'Aquila - que abriga o município homônimo, com epicentro entre as cidades de Barete, Cagnano Amiterno, Capitignano e Pizzoli, a uma profundidade de 12 quilômetros.

Até o fim do dia, estão programados outros eventos para relembrar o sismo, como uma missa na igreja de Santa Maria, às 17h30 locais (12h30 no horário de Brasília), que contará com a presença do chefe da Defesa Civil italiana, Guido Bertolaso.
Também haverá uma convenção sobre a reconstrução do país, organizada em colaboração com a Embaixada alemã na Itália, e uma apresentação sobre o projeto para erguer a "Igreja da Ressurreição", dedicada às vítimas. (ANSA)

segunda-feira, 5 de abril de 2010

TERREMOTO REVELA TESOUROS ESCONDIDOS

Depois de Onna, L'Aquila e Coppito agora outra igreja das regiões prejudicadas pelo terremoto de 6 de abril de 2009 continuam a revelar tesouros escondidos.

A última descoberta foi feita em Santa Maria delle Grazie, em Rosciolo, no município de Magliano dei Marsi (L'Aquila), igreja que sofreu poucos danos e onde, no curso dos trabalhos de restauração e reforço da estrutura - realizados pela equipe do vice-comissário delegado para a tutela dos Bens Culturais, Luciano Marchetti, se descobriram dois preciosos afrescos representando as figuras de São Sebastião e São Leonardo.

Na parede esquerda da igreja, sob a terceira nave, afloraram sob o revestimento estas duas figuras que cobrem uma área de 3.50 metros quadrados. As pinturas são muito bem feitas e estão quase intactas, não fosse a presença de algumas ranhuras principalmente na imagem de São Sebastião. Quanto à datação, a hipótese mais provável fixa a criação em fins do século XV.

"Logo após a descoberta e a remoção do reboco que escondia as pinturas - informa a Defesa Civil - foi feita a intervenção de consolidação com o auxílio de placas à base de fibras de celulose".
"Outros fragmentos de afrescos e decorações foram recuperados na mesma área da igreja, entre os quais uma sugestiva gravação que remonta a 1559, provavelmente feita por algum fiel que queria deixar a própria assinatura".

"Como para outras descobertas - explica Marchetti - também estes dois maravilhosos afrescos voltaram à vida graças aos trabalhos de consolidação feitos após os eventos sísmicos que abalaram o território de L'Aquila, no Abruzzo. Uma descoberta que acrescentará muito à história riquíssima desta igreja maravilhosa e que, de algum modo, compensa os danos e as perdas ao patrimônio cultural que um terremoto sempre comporta".

 (ANSA)

Ameaças contra Berlusconi

Uma carta com ameaças de atentado contra o premier italiano, Silvio Berlusconi, foi entregue pelo serviço postal do país europeu na manhã de hoje na sede da ANSA em Bari, no sul da Itália.
A missiva estava escrita a mão e trazia a mensagem de que "haverá uma bomba que explodirá no carro de Berlsuconi" e era assinada por "Grupos armados de libertação".

O envelope e a folha foram encaminhados às autoridades locais, que iniciaram uma investigação.
Rocco Buttiglione, líder da União da Democracia Cristã e de Centro (UDC) -- partido ex-aliado do primeiro-ministro -- expressou simpatia ao chefe de Governo em razão das ameaças feitas contra ele.
"Minha solidariedade e da UDC ao presidente do Conselho [de Ministros] Berlusconi, mais uma vez vítima de vis e pesadas ameaças. Peço a todos a máxima atenção e responsabilidade, e o maior equilíbrio e sobriedade", afirmou Buttiglione.

A carta é enviada dois dias após o encerramento das eleições regionais do país, da qual a coligação de centro-direita formada pelo partido do premier, o Povo da Liberdade (PDL), saiu com bons resultados.
Os governistas conseguiram vencer em seis das 13 áreas que estavam em disputa.

"A campanha eleitoral acabou. Deve ser usada a ocasião para trazer novamente o confronto político ao âmbito da correção, da legitimação recíproca e do diálogo sobre problemas concretos do país, abandonando a exasperação e a contraposição exagerada", declarou.

"Nós da UDC estamos consternados por precisar continuar a avisar sobre os graves riscos que derivam do clima envenenado pelo partidarismo e das acusações violentas e de partes", lamentou o deputado.

 (ANSA)